segunda-feira, 19 de junho de 2017

Submarinos russos já não precisam vir à superfície


Submarino diesel-elétrico não nuclear Kronstadt, da classe Lada, se tornará o primeiro submarino "invisível" da Marinha russa que receberá uma unidade propulsora anaeróbia independente do ar, escreve a edição russa Izvestia.
Sumbarino Sankt-Peterburg, da classe Lada (arquivo)


Este novíssimo equipamento dará aos submarinos a possibilidade de não subirem à superfície para reabastecer a reserva de ar necessária para o funcionamento dos geradores diesel debaixo da água. Assim, o submarino poderá continuar debaixo de água sem revelar sua presença durante várias semanas, escreve Izvestia.

A unidade propulsora independente do ar de fabricação russa difere fundamentalmente dos seus análogos estrangeiros por seu método de obtenção de hidrogênio: agora se tornou possível evitar seu transporte a bordo o obtendo diretamente na unidade propulsora através da reformação do combustível diesel.

O submarino será lançado à água em 2018.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário