quarta-feira, 14 de junho de 2017

Rússia moderniza seu parque de aviões e desenvolve novos caças-interceptores


A corporação russa MiG está modernizando seu parque de caças-interceptores MiG-31 e, ao mesmo tempo, está desenvolvendo um substituto para esse avião, declarou o diretor-geral da empresa Ilia Tarasenko.
Aeronaves MiG-31, da Frota Russa do Oceano Pacífico, durante manobras na região de Kamchatka

"Nós dividimos o nosso negócio em várias partes. A primeira é a modernização dos aviões já fornecidos aos clientes. Ou seja, podemos modernizá-los de um modo que permita aproximar suas caraterísticas às das aeronaves de quinta geração. Simultaneamente, vamos trabalhar nos projetos já existentes do MiG-29 e MiG-35", explicou Tarasenko ao jornal Kommersant.

"A segunda parte", segundo afirma o presidente da corporação, "é o sistema de aviação perspectivo capaz de interceptar alvos a longa distância."

O diretor sublinhou que atualmente a empresa também atraiu outros parceiros para realizar esse projeto. Quanto ao prazo da modernização do parque dos aviões MiG-31, o chefe da empresa sublinhou que eles têm "um contrato em curso que estamos realizando com êxito".

No entanto, Ilia Tarasenko não informou sobre outros detalhes do projeto, mas apontou que, quando o MiG-31 precisar de uma nova modernização, o sistema de aviação para interceptar alvos a longa distância deverá estar pronto para ser usado.

O MiG-31 é um caça-interceptor supersônico destinado a interceptar e destruir múltiplos alvos aéreos em altitudes baixas e médias a longa distância. O avião entrou em funcionamento em 1980 e sua produção em massa se prolongou até 1994.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário