quarta-feira, 14 de junho de 2017

Peça de artilharia soviética que 'pode ameaçar a OTAN' aparece na Síria


Recentemente, foram publicadas imagens de um obus autopropulsado soviético 2S9 NONA, que poderia pertencer ao Exército da Síria, de acordo com várias fontes.
Peça de artilharia 2S9 NONA durante uma inspeção no Distrito Militar Central
Anteriormente, não havia nenhuma informação de que a Síria pudesse ter em seu serviço o obus 2S9 NONA. Porém, as insígnias na parte dianteira da peça de artilharia indicam a possibilidade de o obus pertencer precisamente a este país árabe.


Desenvolvido na URSS nos anos 70 do século passado, o 2S9 NONA foi apresentado ao público em 9 de maio de 1985, durante o desfile militar realizado na Praça Vermelha em Moscou.

 :
الجيش يتسلم مدرعات من نوع :
2s9nona

المخصصه للقوات المحمولة جوا" ؛ ومدفعها الفريد من نوعه عيار /120/ مم...

Após observar a nova arma, várias mídias ocidentais dedicaram diversos artigos ao 2S9 NONA, nos quais afirmaram que esta peça de artilharia soviética poderia representar "um potente golpe contra a retaguarda da OTAN".

O 2S9 NONA foi desenhado se baseando no veículo blindado de transporte de tropas BTR-D e pode combinar as funções de canhão, obus e morteiro.

Сирийской армии передана партия самоходных орудий 2С9 «Нона-С»

O obus está equipado com um canhão de 120 milímetros 2A51 e é capaz de conduzir combates inclusive contra tanques. A peça pesa mais de 8 toneladas e tem um alcance de 12,8 quilômetros.

Atualmente, o 2S9 NONA é considerada uma peça de artilharia única, desenhada especialmente para apoiar as Forças Aerotransportadas em combate.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário